8 de maio de 2016

Resenha: O Garoto Ao Lado

Resenha: Livro O garoto ao Lado
Parceria: Autora Laritza Oliveira


Título: O Garoto ao Lado
Autora: Laritza Oliveira
Nº de páginas: 158
Editora: Novo Século
Selo: Talentos da Literatura Brasileira
Ano: 2015
*Livro cedido pela autora.
Sinopse: Apesar de seu nome, Alice não tem nenhum “País das Maravilhas” à sua volta. Não há nenhum Chapeleiro Maluco, muito menos um gato sorridente por perto. Acontecimentos do passado atormentam sua mente. Ela não pensa duas vezes em se mudar após a separação dos pais, e, em uma nova cidade, em uma nova turma, Alice encontra-se sozinha em seu último ano do Ensino Médio.
Mesmo tendo parte de sua família por perto, ela se sente isolada em meio à multidão, e ninguém parece notá-la. Seus únicos companheiros são seus livros e seus escritos. Apenas as palavras acompanham Alice, pelo menos até o dia em que ela percebe que um garoto da sua turma a está observando. Fechada a qualquer tipo de relacionamento, Alice tenta fugir do interesse de qualquer um, mas vê-se intrigada pela presença do “garoto ao lado”.



Resenha: Oi pessoal.
Hoje venho trazer a resenha do livro O garoto ao lado, da nossa parceira Laritza Oliveira.


" Ele não seria uma conveniência perfeita. Ele era minha inconveniência imperfeita e eu teria todas as perfeitas imperfeições para viver."


O livro é uma leitura rápida e fluída, a quantidade de páginas ajuda com certeza, o livro é narrado em primeira pessoa, no ponto de vista da Alice, uma adolescente de 17 anos que acabou de se mudar para Palmas e ainda está adaptando-se a nova vida.

Quando começa a estudar, ela conhece o Nicholas, um adolescente antissocial, totalmente fechado, que tem um passado sombrio, eles tem uma relação de amor e ódio, e nem perdem a oportunidade de provocar um ao outro.


"Não sei se o notei no primeiro, segundo ou vigésimo dia, mas sei que ele estava lá, sentado ao lado, com o casaco- que vestia mesmo em dias de extremo calor-, o fone de ouvido- que o tirava da realidade- e sua estranheza."


O livro é bastante clichê, a antipatia mútua, nada mais é que o sentimento que os dois sentem, mas não querem assumir. Alice tem um passado, do qual ela está correndo, e foge de relacionamentos a todo custo, Nicholas por sua vez também tem seus problemas, o que torna eles perfeitos um para o outro.

Achei que a autora deveria ter explorado mais o relacionamento da Alice com seus pais, ficou muito vago, em compensação temos as amizades, os professores que ao meu ver foram ótimos, temos também o Bem que é o amigo virtual da Alice, ela o conheceu em uma sala de bate-papo literário, e desde então vem nutrindo uma boa amizade, o tipo de amizade que toda menina quer para vida. 

Essa obra tem um diferencial, que é a escrita da autora, com uma riqueza de detalhes, que deixa o leitor preso a estória do início ao fim. Leitura super recomendada, os momentos desse casal são de tirar o fôlego, chegamos ao final da leitura com aquele gostinho de quero mais.


A diagramação do livro ficou ótima, a capa é linda, a cada novo capitulo temos uma pequena citação ou trecho de músicas de autores conhecidos, o que eu particularmente amei.


"Amar pode doer
Amar pode doer ás vezes
Mas é a única coisa que eu sei
Quando fica difícil
Você sabe que pode ficar difícil algumas vezes
É a única coisa que nos faz sentir vivos".

(Ed Sheeran)


Resultado de imagem para cinco estrelas  

Um comentário:

  1. Paixões adolescentes realmente são temas para infinitos romances. Principalmente por autoras femininas que suponho explorarem mais este tipo de enredo. Toda história de amor é válida e vendo que te agradou então podemos tomar como uma boa dica de leitura!

    ResponderExcluir