26 de maio de 2016

Resenha: Desejo Rebelde - Julie Garwood

Titulo: Desejo Rebelde
Autora: Julie Garwood
Ano De Lançamento: 2008
Paginas: 309
Editora: Landscape

Sinopse: De todos os duques da Inglaterra, Jered Marcus Benton, duque de Bradford, era o mais abastado, o mais atraente ... e o mais arrogante. E, entre todas as damas de Londres, ele escolheu apenas uma para lhe prestar a mais terna obediência: Caroline Richmond.
Nativa do Estado de Boston, nos Estados Unidos, ela era extraordinariamente bela, dona de um passado misterioso e espírito fogoso. Deixou-se atrair pelo poderoso duque, sem se deixar intimidar por sua soberba, com o objetivo de conquistar o coração do rapaz de forma definitiva. Mas Bradford não era homem de se deixar dobrar por mulher alguma, até uma conspiração aproxima-lo tentadoramente de Caroline. A partir daí, unidos contra um inimigo comum, eles descobrem o poder da magnífica atração que os uniu...
Um desejo nascido em meio ao perigo, mas destinado a arder até transformar-se em amor. 


Minha Avaliação:

Resenha: Gostei bastante do livro, mas não entra na minha estante de favoritos. Livros favoritos, pelo menos para mim, são aqueles que lerei mais de uma vez.

O livro é bem humorado e adoro isso nos livros de época.
 
"Eu nunca me considerei um cavalheiro, mesmo - respondeu Caroline, quando percebeu que ele não ia terminar a frase."

Algumas cenas do livros ficaram meio no ar, quase sem finalização, como peças soltas, porém isso não impediu o desenvolvimento do enredo. Achei que o livro focou muito nos sentimentos do casal, deixando de lado as tramas envolvidas.

O casal central do livro é Bradford e Caroline. Ele extremamente mandão, arrogante e autoconfiante; Ela é teimosa, e não sei deixa intimidar pelo grandalhão Bradford. São, sem dúvida, um casal bem divertido.

"Tu exibiste teus encantos, permitiste que todos os homens da casa vissem teu corpo por completo, me ignoraste, e agora procuras furtar-te a obedecer a uma ordem minha. Sim, meu amor, creio que este é um daqueles momentos em que devias sentir medo."

A trama que envolve o casal, pois na maioria dos livros de romances sempre há o mocinho e o vilão, nessa trama, o vilão ficou meio nas sombras em segundo plano. Na verdade, tirando o casal central, todo o restante do enredo do livro ficou em segundo plano, o que deixou essa impressão de algo não finalizado, de ponto sem nó. 

Mas é um livro divertido e gostoso de ler. Para quem gosta desse gênero de leitura, recomendo!

"Bradford sentiu imenso contentamento, imensa paz de espírito ao pensar no futuro e em como abraçaria sua esposa. Começou a pensar em todas as formas diferentes como iria amá-la, e adormeceu com um sorriso nos lábios."

Nenhum comentário:

Postar um comentário