20 de abril de 2016

Resenha: Como Salvar Um Vampiro Apaixonado

Titulo: Como Salvar Um Vampiro Apaixonado
Série: Como Se Livrar De Um Vampiro Apaixonado (#2)
Autora: Beth Fantaskey
Ano De Lançamento: 2013
Paginas: 272
Editora: Arqueiro

Sinopse: Quando Jessica Packwood descobriu que era uma princesa vampira romena, sua pacata vida adolescente virou de pernas para o ar. Ela precisou fazer as pazes com seu passado e vencer muitos obstáculos para ficar com seu belo príncipe, Lucius Vladescu. Depois de se casarem na Romênia, agora Jessica e Lucius devem unir os clãs mais poderosos dos vampiros e estabelecer a paz de uma vez por todas.
Mas primeiro ela vai ter que convencer uma nação inteira de vampiros ardilosos de que tem plenas condições de se tornar rainha. O problema é que Jessica nem mesmo consegue pedir uma refeição decente aos empregados de seu castelo, quanto mais lidar com súditos mortos-vivos malignos que adorariam vê-la fracassar.
Tudo se complica ainda mais quando Lucius é acusado de assassinar um vampiro Ancião e é condenado à masmorra, onde espera pelo julgamento que pode levá-lo à morte. Jessica então se vê em apuros, lutando não só pela vida de seu amado, mas também pela própria sobrevivência em um mundo repleto de intrigas.
Desesperada para provar a inocência do marido, ela conta com a ajuda de sua melhor amiga, Mindy Stankowicz, e do misterioso primo italiano de Lucius, Raniero Lovatu. Mas será que a princesa pode mesmo confiar neles?




Minha Avaliação:

Resenha: Algum tempo depois do casamento, Jess ainda não consegue ocupar o lugar que lhe foi dado após se tornar a líder do seu clã. A garota que antes era cheia de atitude e garra, agora esta assustada com a nova realidade em que vive e se encolhe atrás de seu marido em todas as situações.

Para a infelicidade, Lucius acaba se tornando o principal suspeito na morte de um Ancião, sendo preso de acordo com a própria lei que ele defende. Jéssica que já não era uma governante, vivendo apenas nas sombras de Lucius, agora esta sozinha no meio de anciões que estão loucos para ver ela falhar. 

Correndo contra o tempo para provar a inocência de seus marido antes do julgamento, Jess terá que encontrar as forças de uma verdadeira Dragomir dentro de si e pedir ajuda aqueles e quem confia, caso contrário ela poderá acabar condenando o seu próprio marido a morte.

Decepcionante é a palavra ideal para descrever esta continuação de Como Se Livrar De Um Vampiro Apaixonado. O primeiro livro possuía um ótimo enredo com personagens carismáticos e com personalidades fortes, mas em Como Salvar Um Vampiro Apaixonado a autora conseguiu fazer com que o leitor perdesse qualquer interesse.

No primeiro livro havíamos conhecido uma Jess com personalidade forte e que ia de frente com o que pensava, mas logo no incio do livro dois já é possível ver que ela perdeu o seu brilho, perdeu completamente a personalidade que antes ela tinha. 

Ao se tornar uma vampira, esposa e líder de um clã eu pensei que encontraria ela com uma personalidade ainda mais marcante do que antes, mas foi completamente o oposto que aconteceu. Ela aqui se demonstra fraca, inocente e nenhum um pouco apta para ser uma líder e ela não faz nenhum esforço para melhorar. Além disso, Lucius, que antes contribuía muito, agora não faz pois são poucas as cenas entre ele e Jess.

Devido a prisão de Lucius ele meio que desaparece no enredo. Os personagens secundários, Raniero e Mindy foram os personagens melhores, cativaram mais do que o casal principal.

"Um rainha tem poucos amigos, minha mãe havia tentado alertar em seu diário. Se ela tiver muitos, decerto está fazendo alguma coisa errada."

A trama criada por Beth não se compara nem um pouco com o primeiro livro, e o mistério do assassinato nem foi tão misterioso, pois eu consegui o solucionar logo no inicio, o que só me fez ainda mais irritada com Jess por não perceber o que estava na cara.

Personagens que antes eram maravilhosos, nessa sequencia se encontram fracos e irritantes, um enredo mal desenvolvido, um final cheio de pontas soltas, é difícil de acreditar que o primeiro e esse segundo foram escrito pela mesma autora.

2 comentários:

  1. Oi flor...
    Você escreveu meu sentimentos em poucas palavras ao definir esse livro, o primeiro foi maravilhoso, personagens fortes, decididos sem toda aquela enrolação.
    Nesse livro a autora se perdeu totalmente.
    Bom Dia.

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei. Li um depois do outro e até estranhei um pouco como a garota deu uma baita mudada, mas relevei porque "o mundo dela se transformou" e sei lá, deu pra entender que é tudo estranho e novo e ela não sabe o que fazer e tal. Achei uma história interessante, mas o primeiro é melhor mesmo. Tem mais personalidade...

    ResponderExcluir