3 de março de 2016

Resenha: Onde o Amor Se Esconde

Titulo: Onde O Amor Se Esconde
Autora: Veridiana Maenaka
Ano De Lançamento: 2015
Paginas: 350
Editora: Verus

Sinopse: Na São Paulo do início do século XX, a jovem Glória sonha com o amor, ao contrário de sua amiga Marisa, cujo desejo é viver tão livremente quanto os homens.
Glória, de família tradicional, se casa com o homem escolhido por seu pai. Rico e ambicioso, porém emocionalmente distante, esse homem vê na esposa apenas uma prova de sua ascensão social. Incapaz de dar um herdeiro ao marido, Glória vive uma rotina de violência crescente, enquanto Marisa se casa com o pretendente que escolheu, um notório libertino.
A infelicidade de Glória a torna suscetível à sedução de outro homem, e eles têm um encontro avassalador, marcado pela descoberta sexual da jovem. Envolvida em uma trama de luxúria, Glória pode conhecer um prazer jamais imaginado, mas será essa a sua chance de viver um grande amor?

Romance



Resenha: O livro é nacional e muito bem escrito e também original, apesar do conteúdo ser um tanto pesado. A história se divide em três partes: A Dor, O Prazer e O Amor. A personagem principal do livro é Maria da Glória, filha unica de um advogado muito bem sucedido pertencente á elite paulistana. Glória se casa aos 17 anos com um homem muito mais velho que ela, casamento esse arranjado pelo seu pai. O que se passa a partir do casamento é pesado. A história tem muitos episódios de violência física e psicológica. Cenas cruéis e revoltantes.

"O tapa me pegou desprevenida e me jogou longe, uma dor aguda e latejante dominando todo o lado direito do meu rosto."

Na sequencia do livro, as cenas de violência se repetem, mas com requintes de crueldade cada vez maiores. Quando chega a segunda parte do livro, ainda há um pouco de violência, porém é mais branda, e o cenário muda para cenas de luxuria e deseja, coisa que até então Maria da Glória desconhecia, tanto por se recatada quanto por ser criada na doutrina religiosa católica da época. 

"Ele cai sobre mim, a cabeça em meu púbis, respirando fundo, compassadamente. Meu corpo está trêmulo e latejante, mas relaxado."

Depois que Maria da Glória sofre todos os tipos de violência possíveis e imagináveis, ela encontra o que procurava com anseio. Apesar do livro ser muito pesado, o final é emocionante, não digo lindo porque para mim faltou um epilogo. Parece que a história terminou sem ter um fim propriamente dito. Apesar de tudo, gostei do livro, mas não leria de novo. Se recomendo? Só para aqueles que tem o espírito forte e não se abalam com o quão longe pode chegar a imaginação de um autor ou a maldade humana.


"De algum modo eu começava a sentir algo... E a cada dia o sentimento crescia. Eu não entendia sua distância, sua insistência em tratar-me como amiga."




14 comentários:

  1. Achei legal porque o nome dela é o mesmo da minha mãe. Que louco isso! Me chamou atenção por esse fato. Depois que vi do que se tratava deu vontade de ler. É nacional e um tanto diferente, achei a trama muito interessante e parece ser bem escrita e muito boa.

    ResponderExcluir
  2. Ola! Gostei do seu Blog e tenho um Artigo para colaborar no seu Blog, faço divulgação na minha rede +2 milhões de acessos e te dou Link do meu blog. Não cobro! O que peço em troca peço é um link dentro do artigo para meu blog. Quer receber uma proposta para avaliação?
    prof.rosioliveira@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Mesmo o livro apresentado um tema muito pesado que é a violência contra a mulher eu leria, na minha opinião estes livros sempre deixam uma marca que nos fazem refletir, que nos fazem sair de nossos mundinhos. Não conhecia a autora, gostei muito da resenha e de conhecer a obra.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá....
    Que capa mais linda desse livro... No entanto o desenrolar da estória não chama muito minha atenção... Quem sabe eu o leia mais pra frente... Vou deixar anotado aqui...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Nunca li um livro pesado assim como você falou desse, então não sei se conseguiria terminar de ler. Mas mesmo assim, a premissa me deixou curioso, pode ser que eu me arrisque, já que gosto de coisas novas! Abraços :)

    ResponderExcluir
  6. A capa e a sinopse desses livros são maravilhas! O tema abordado é muito interessante e pesado, mostra uma realidade que apesar da época e dos anos não mudou muita coisa. No momento, eu não leria esse livro, pois é necessário um tempo para reflexão e meu tempo tá tão limitado que eu meu coração está na mão <\3 Enfim, eu já o conhecia e ele continua na minha listinha de compras.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Sophia.
    Gostei bastante da capa do livro e a premissa me pareceu ser bem interessante. Só não entendi direito, ela vai ter cenas quentes com o mesmo homem que fazia ela sofrer violência?

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sil, as cenas de sexo com o marido são frias e ela vê mais como uma obrigação do que por prazer. Mas o livro tem cenas hots sim, só não com o marido!

      Excluir
  8. Por mais interessante que o livro possa ser, eu com certeza não leria. Não tenho o estomago forte pra algumas coisas e acho que não ia me sentir bem com a leitura. Mas quem sabe um dia.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  9. lá!

    Não tinha ouvido falar desse livro antes, mas a estoria me pareceu muito interessante com toda uma trama envolvendo os personagens. Amo um bom livro de época e pelo que você descreveu parece que o livro descreveu bem a sociedade da época em todos os aspectos. Com certeza deve ter sido difícil para Gloria ter de ir contra todas as regras que a sociedade impunha na época. Esse com certeza é um livro que eu leria.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, adorei sua sinceridade na resenha!
    Eu acho que não leria, por ser muito forte, ultimamente setou preferindo livros mais leves que eu possa ficar relaxada lendo.rs
    mas quem sabe um dia?
    bjão

    ResponderExcluir
  11. Oi Sophia, olhando a capa o livro parece ser tão romântico mas lendo a sua resenha mudei de ideia totalmente, eu não leria esse livro por causa que tem violência física, eu não gosto de gênero literários assim bjs.

    ResponderExcluir
  12. Adorei conhecer o livro, gosto bastante de ler livros nacionais ainda por cima de época, o enredo em si, deu para perceber não é nenhum mar de rosas mas torço para a personagem ter um final decente.

    ResponderExcluir
  13. Esse livro parece ser maravilhoso. Eu nunca li um romance de época nacional que tenha sido escrito recentemente, espero que esse seja o primeiro.

    ResponderExcluir