22 de fevereiro de 2016

Resenha: Belo Desastre

Titulo: Belo Desastre
Serie: Belo Desastre(#1)
Autora: Jamie McGuire
Ano De Lançamento: 2012
Paginas: 392
Editora: Verus

Sinopse: Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. 
Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa e deseja evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.

Literatura Estrangeira / Romance



Resenha: Abby Abernathy é de 19 anos, que estar fugindo do seu passado conturbado, com seu pai viciado em jogo. Tudo estava indo bem até que ela conhece o lindo e tatuado, lutador de círculos secretos Travis Maddox, mais conhecido como Cachorro Louco.

"— Sabe porque eu te quero? Eu não sabia que estava perdido até que você me encontrou. Não sabia que estava sozinho até a primeira noite em que passei na minha cama sem você. Você é a única coisa certa na minha vida. Você é o que eu sempre esperei, Beija-Flor."

O livro New Adult, é narrado em primeira pessoa por Abby. Belo Desastre é um romance um pouco que clichê, porém tem um ótima narrativa, envolvente, que flui rápido, sem toda aquela enrolação e frescura.

"— Pra mim chega, Travis. Ele se encolheu.
— Não diz isso.
— Acabou. Vai pra casa.
Ele juntou as sobrancelhas
— Você é a minha casa."

Travis faz uma aposta com Abby, se ele perder ficará um mês sem sexo, e se ela perder irá morar um mês na casa dele, previsivelmente ele ganha. Em meio a brigas, discussões, festas de fraternidade, ciúmes e intrigas, surge um amor adolescente.

"— Eu sabia, no segundo em que te conheci, que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era algo em você. Era simplesmente você."

Nesse livro, vemos que o amor não pode ser egoísta, e que muitas vezes, o orgulho nos afasta das pessoas que amamos.

“— Quando você está por perto, não preciso de bebida, nem de dinheiro, nem de lutas, nem de transas sem compromisso. Eu preciso de você. Eu só penso em você. Eu só preciso de você. Eu só sonho com você, eu só quero você.“

Também temos o casal América que é melhor amiga da Abby, e o Shephey que é o primo do Travis, que sempre estão tentando ajudar o casal, mas que também acabam brigando por causa dos mesmos. Ele são os protagonista do terceiro livro da série Belo Desastre. (Something Beautifil). 

"— Você gosta de Beija-Flor — disse ele, na defensiva. — É um pássaro lindo, que nem você. Você é meu beija-flor."

O que eu realmente não gostei, foi a Abby começar a sair com outro cara (Parker Hayes), nesse quesito, ela foi uma cadela. 

"— Eu sou sua desde o segundo em que nos conhecemos."

Porém a estória é boa, envolvente, não deixando de lado, os dramas da adolescência, um amor que tinha tudo para terminar em um, Belo Desastre, mas que na verdade terminou em um Belo Casamento.

"— Nunca estive tão lúcido na minha vida. Eu me virei, encontrei o caminho até aquela sala, e você estava lá. Nada mais importava. Eu não sabia se a gente ia conseguir dali vivos ou não. Eu só queria estar onde você estivesse, não importa o que isso significasse. A única coisa que eu tenho medo é de viver sem você, Beija-Flor."



18 comentários:

  1. Oi, tudo bem?

    Comecei este livro umas três vezes, mas a personagem principal me irritou tanto que acabei largando a leitura e sorteando o exemplar. Estou aprendendo a gostar de New Adults, mas esta história fracassou bastante em vários quesitos, em especial ao vender o controle e o abuso psicológico como amor. Sem contar que já estou farta de personagens principais "boazinhas" e "certinhas" que se apaixonam pelo "bad boy" galinha e, por um milagre, "dá um jeito nele". Essa literatura tá ficando meio repetitiva :(

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Não me interesso muito pela saga, acho que não faz meu tipo, mas mesmo assim a resenha ficou ótima!!! Abraços :)

    ResponderExcluir
  3. Ahh eu já li faz algum tempo...
    Gostei só que faltou alguma coisa sabe? que não estava nas continuações do livro. Já leu ?
    Mas foi legal, o Travis é apaixonante <3
    bjão

    ResponderExcluir
  4. Esse livro me irritou muito. Não gostei da personalidade da mocinha e muito menos (beem menos) do Travis, ele é muito agressivo e, sinceramente, gosto de personagens que "somam" e esse não foi o caso. A leitura é rápida e simples, mas eu prefiro Bela Distração, acredito que o outro irmão é mais maduro, apesar de tudo.

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita curiosidade em ler esse livro, já que tanta gente ama! Mas sempre coloco outros na frente. Espero ler logo pra ver o que eu acho.

    ResponderExcluir
  6. Tenho muita curiosidade em ler esse livro, já que tanta gente ama! Mas sempre coloco outros na frente. Espero ler logo pra ver o que eu acho.

    ResponderExcluir
  7. Amo esse livro, amo essa série, amo essa autora <3

    ResponderExcluir
  8. Mesmo o livro apresentado um romance clichê e eu não gostando muito do gênero fiquei curiosa para descobrir os detalhes da história de Travis e Abby. Por ser uma série não tenho interesse de ler no momento, mas quem sabe um dia me aventure.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Oi Marlene, essa serie de livros já está na minha lista de leitura a um bom tempo é bem o tipo de genro literário que eu gosto de ler e sempre que leio algum post relacionado aos livros só leio elogios, e sua resenha está maravilhosa bjs.

    ResponderExcluir
  10. Sério, essa coisa dos personagens possuirem personalidade forte é provavelmente o que torna o enredo tão interessante.
    As pessoas estão acostumadas em personagens femininas frágeis e isso é irritante. Como se as mulheres fossem tão coitadas. Por Deus!!! Precisam muito parar com isso.
    Esse ano eu quero muito ler esse livro. Estou adiando a leitura desde o ano passado mas acho que está mais do que na hora de me enfiar nesse enredo que tem tudo pra ser perfeito!!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá, Marlene.
    Esse foi o primeiro livro do gênero que eu li. E apesar de ter gostado da história, o protagonista não me agradou e peguei até uma implicância com os livros do gênero. Mas é um livro que todo mundo gosta.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Ganhei Belo Desastre e Desastre Iminente e agora só estou esperando chegar, já está na minha meta de leitura, vou ler e espero gostar, achei lindo os quotes, Travis parece ser bem apaixonante.

    ResponderExcluir
  13. Quando li perdi o fôlego. Simples assim. Tinha cenas que caramba! Foi viciante e louco de ler, não conseguia largar. Já faz um bom tempo que li e foi o da autora que mais amei, tem uma história muito dramática e que muitos acham clichê, mas nossa, ela sabe escrever um negócio que vicia e te faz querer saber o que tem nas próximas páginas. Vale a pena e é muito bom.

    ResponderExcluir
  14. Oi Marlene, esse livro já está ma minha lista de leitura a muito tempo sempre quando leio alguma resenha a ele, só leio elogios ele parece ser um livro intenso e romântico e sua resenha esta maravilhosa bjs.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Depois de ouvi falar tanto dessa história fiquei bem curiosa para poder ler e conhecer melhor o Travis que vejo sentimentos bem diferentes a respeito dele dos leitores mas o livro já me ganhou por ser direto e não ficar enrolando !!

    ResponderExcluir
  16. Acho as capas desses livros lindos, mas como parece ser mais voltado pro hot, nunca leio.
    Não gosto, então vou deixando pra lá.
    Mas talvez um dia pegue pra ver bem como é! rs
    bjos

    ResponderExcluir
  17. Não gosto do gênero, não gosto da mensagem que o livro passa e acho a premissa bem machista. Então não leria.

    ResponderExcluir
  18. Olá... Amei o post, mas preciso confessar que não é um tipo de livro que chama a minha atenção... Quem sabe mais pra frente.... Beijinhos...

    ResponderExcluir