25 de janeiro de 2016

Resenha: A Promessa Da Rosa


Titulo: A Promessa Da Rosa
Autora: Babi A. Sette
Ano De Lançamento: 2015
Paginas: 432
Editora: Novo Século


Resumo: Século XIX: Status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.
Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.



Resenha: Gostei do livro por ser nacional; gostei do livro por ser histórico, que é o gênero que mais gosto. Não gostei desse livro pois achei muitas semelhanças com os livros da Judith McNaught; não gostei desse por dar muitas voltas em torno de uma situação que não precisava de tanta atenção.

O enredo é bom, a personagem Kathelyn tem muito das personagens Whitney e Victória, que são protagonistas de dois livros da Jufith, Whitney, meu Amor e Agora e Sempre, respectivamente. O mesmo se pode afirmar sobre o personagem Arthur que também tem muito dos protagonistas dos livro já citados.

Tirando esses detalhes, o livro não é ruim, tem um enredo bom, apesar de apresentar situações semelhantes nos livros citados. Mas também achei o livro um pouco denso em alguns momentos, ficando preso em uma determinada situação, dando voltas e mais voltas, dando a impressão que é só para preencher paginas.

Para quem é fã de histórico e conhece os livros da Judith McNaught, quando ler esse livro vai perceber as semelhanças entre as histórias.

O livro é bem escrito, a escritora é brasileira, e a história se passa em Londres no século XIX.


13 comentários:

  1. Brenda, eu vi muitos comentários positivos falando sobre esta obra de Babi e desde então o tenho desejado. As semelhanças com os livros de Judith McNaught não será um problema para mim, já que ainda não conheço suas obras. Então acredito que irei apaixonar por A Promessa da Rosa, em especial por ser um romance de época contada em Londres.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Eu me encantei por este livro quando vi a sua capa. Mas, depois de acompanhar a sinopse e várias resenhas sobre A Promessa da Rosa me decepcionei um pouco. Confesso que esperava um pouco mais de mistérios e suspense na estória, ao contrário do que é proposto: um livro de época, um gênero que não costumo ler. Mas, fica a dica para os amantes dos históricos.

    Resenha | Mulheres, arafaelagodoy.com.br

    ResponderExcluir
  3. A Promessa da Rosa é um livro que vi receber ótimas críticas, e outras que apontaram certas coisas que me deixaram com um pé atrás em relação a ele. Não conheço as obras de Judith McNaught e por isso semelhanças não seriam um problema, mas essa coisa da autora enrolar uma situação não me agrada. Todos dizem que há o maior drama nesse livro e posso até gostar se for bem desenvolvido, mas alguma coisa me faz achar que poderia me cansar em determinado momento... Bem, eu tenho outro livro da autora na estante e pretendo dar uma chance, espero que ela consiga me envolver e assim eu dê uma chance para A Promessa da Rosa. Admito que o tamanho dos romances dela meio que me assustam.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Não sou muito de romances de época,mas confesso que essa capa me atraiu bastante, fazendo com que eu sentisse uma certa vontade de ler o livro,mas sem julgar pela capa, eu achei a sinopse interessante,acho que eu me arriscaria em ler sim.

    ResponderExcluir
  5. Oi Sophia, eu amei a sinopse desse livro ele já está na minha lista de leitura a um bom tempo ele parece ser um livro incrível com enredo que prende a gente do começo ao fim e como sempre sua resenha está ótima bjs.

    ResponderExcluir
  6. Li o livro ano passado quando lançou e confesso que não aproveitei a leitura como deveria, pois na época eu estava lendo muitos livros do gênero e quando fui ler A Promessa da Rosa, acabou que perdeu o encanto, pretendo reler o livro ainda esse ano e ter uam visão mais favorável do livro.

    ResponderExcluir
  7. Apesar da capa e premissas encantadoras e belas, o que mais me faz ter interesse nesse livro são as críticas e ótimo recebimento dele por parte dos leitores. Já que não é um gênero o qual sou muito habituado, será uma experiência super interessante para passar. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Primeira vez que vejo comparação com livros da Judith. E olha que li o quanto pude dela, então se for ler esse com certeza vou saber do que você está falando. Também gosto de romances de época e achei isso interessante nele, não são muitos assim que vejo sendo nacionais e tal. E parece legal, sempre pego resenhas boas dele. Mas é enrolado? Vishi....sei lá, ainda gostaria de ler se pudesse...

    ResponderExcluir
  9. Quero muitooo ler esse livro! Já vi muita gente falando bem!

    ResponderExcluir
  10. Eu não consegui ler esse livro. Não sei exatamente o que não me agradou, mas ele não me conquistou. O que me deixou triste, pois eu amoo o gênero. Além disso, eu vi que a história era mais do mesmo. Como você, vi semelhanças aqui e ali e isso somou para que minha leitura não fosse tão prazerosa. A sinopse é linda e a capa... Simplesmente maravilhosa!

    ResponderExcluir
  11. Tudo bem contigo?
    Enfim, acho que finalmente irei me render aos romances históricos!
    Eu simplesmente amei esse livro/resenha/história!
    Noooossa! Fiquei muito curiosa mesmo!
    Quais são as provações pelas quais Kathe irá passar? Por que ela não pode ser simplesmente feliz? Pelo que ela vai ter que lutar?
    Não sei se gosto muito de sofrer assim junto com a personagem, mas me interessei mesmo pelo livro!
    Sem contar que eu achei a capa muito bonita! Hehe!

    ResponderExcluir
  12. Sério que a autora é brasileira, não sabia desse detalhe, gostei bastante da historia, fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Li esse livro e como ainda não li nada da Judith McNaught não foi algo que me incomodou, gostei muito da historia e foi uma das minhas melhores leituras do ano passado e adorei essa capa está linda e foi a primeira coisa que me chamou atenção no livro!!

    ResponderExcluir