3 de dezembro de 2015

Resenha: Entre a Culpa e o Desejo

Titulo: Entre a culpa e o desejo
Serie: Clube dos Canalhas (livro 02)
Autora: Sarah MacLean
Paginas: 304
Ano de Lançamento: 2015
Editora: Gutenberg

Resumo: Seu próximo experimento científico? Entregar-se a um canalha!
Lady Philippa Marbury não é como as jovens de sua época. A brilhante filha do marquês de Needham e Dolby se preocupa mais com seus livros e experimentos do que com vestidos e bailes. Para ela, um laboratório é muito mais atraente que uma proposta de casamento, e é por isso que, ao ser prometida a um noivo com quem não tem nada em comum, Pippa tem apenas duas semanas para empreender seu último experimento: descobrir todos os prazeres e todas as delícias da vida antes de passar o resto de seus dias ao lado de alguém que ela mal conhece.
Como boa cientista que é, Pippa investiga a vida do homem que parece ser a cobaia ideal para realizar suas experiências: Sr. Cross, o atraente sócio do cassino mais famoso e cobiçado de Londres, um libertino cuja má-fama foi cuidadosamente construída sobre o vício e a devassidão. Um canalha perfeito para explorar suas fantasias e satisfazer sua curiosidade sem manchar sua reputação de moça de família.
Mas o que Pippa não sabe é que, por baixo das aparências, Cross esconde segredos obscuros e que, ao receber a proposta da garota, ele está diante de uma oferta que pode destruir tudo aquilo que durante anos ele se esforçou para proteger.
Terrivelmente tentado a se envolver nessa aventura que promete o mais puro prazer sem qualquer outra emoção, tudo o que Cross deseja é dar a Pippa exatamente o que ela quer, mas ele sabe que ninguém sai ileso do caminho da satisfação e, assim, Cross terá de usar cada miligrama de sua força de vontade para não perder o controle e resistir à tentação de entregar à jovem muito mais do que ela ousa imaginar.



Resenha: Ignorância, inocência ou simplesmente estupidez?

Lady Philippa, ou Pippa realmente é uma criatura estranha. Não apenas por ser míope ou por preferir livros a bailes, mas sim, por se vangloriar de ser uma cientista!

Para ela a vida deve seguir seu curso e ignorar as emoções que são inerentes ao ser humano. Talvez ela nunca experimentou nada emocionante na vida dela, pelo menos é essa impressão que o livro passa. 

Esta noiva de um conde, que a cortejou durante dois anos, mas que nunca teve uma conversa de verdade com o tal conde. Os motivos plausíveis para um casamento são: um titulo, é um homem bom, amável e bonito!

Até a metade do livro, a mocinha é irritante e muitas vezes considerei suas atitudes como pura estupidez e não como curiosidade ou inocência, como a autora alega. Depois da metade do livro, o enredo fica mais interessante, porém o mocinho se torna um estupido, cheio de mi mi mi... quer, mas não pode, deseja, mas é impossível; não é digno da mocinha... uma lenga lenga sem fim, mas que felizmente tem um fim, nas paginas finais do livro!

Confesso que esperava mais desse livro, já que o subtitulo é Clube dos Canalhas e o enredo deveria ser mais em torno do mocinho, mas se concentra mais na mocinha e suas peripécias, deixando o mocinho como um personagem secundário na trama.
Espero que minha opinião não influencie ninguém a ler ou deixar de ler o livro, pois como diz o ditado gosto não se discute, se lamenta!"





4 comentários:

  1. Achei a capa linda, mas nunca que eu imaginaria uma história assim olhando para ela. Gostei bastante da resenha. "Até a metade do livro, a mocinha é irritante e muitas vezes considerei suas atitudes como pura estupidez.." me lembrou a Eadlyn, de A Herdeira, mas acho que não tem nada a ver, talvez só um pouquinho...

    ResponderExcluir
  2. Não li nada dessa série ainda, mas tenho certa vontade. Esse livro até tem uma premissa curiosa, uma pena que não tenha te agradado.
    Não sei quando irei começar os livros da série, mas darei uma chance.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi Sophia, que capa linda lendo o resumo o livro não me chamou a atenção parece que o personagem homem parece ser bem chato rsrsrs mas obrigado pela dica bjs.

    ResponderExcluir
  4. Bem Sopjhia!
    Acredito que sua opinião influencia sim, afinal é seu ponto de vista e devemos entendê-lo...você é formadora de opinião a partir do momento que faz sua análise.
    De qualquer forma a série é bem badalada e quem tiver vontade, vai ler de qualquer jeito.
    A meu ver o enredo é diferente, porque uma mulher cientista naquela época é algo raro.
    Quanto ao romance cheio de mi mi mi...bem, se o príncipe é cheio de não me toques, acredito que tem algo por trás.
    “Temos o destino que merecemos. O nosso destino está de acordo com os nossos méritos.” (Albert Einstein)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir