18 de novembro de 2015

Resenha: Mar da Tranquilidade

Titulo: Mar da Tranquilidade
Autora: Katja Millay
Ano de Lançamento: 2014
Paginas: 368
Editora: Arqueiro

Resumo: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.
A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida.
À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.



Resenha: Um livro incrivelmente emocionante!

Essa resenha é um pouco diferente das demais, pois aqui coloco as impressões emocionais que o livro me causou e não apenas recontar a história dos personagens.
A julgar pela capa e pela sinopse, jamais teria lido! E me arrependo de não ter lido antes!

É uma história linda e sofrida, que fala de perdas e superação, mas também fala do quanto é difícil continuar nossa jornada, quando tudo o que amamos, o que somo e desejamos nos é arrancado de forma cruel, brutal e repentinamente.

"Não posso esquecer o que ela fez e não posso esperar que ela perdoe o que fiz, e não sei no que isso vai dar."

O livro vai contar a história de Josh e Nastya, ambos com um passado doloroso e muitas perdas a serem superadas. 
A vida de Josh é mais transparente, todos saber o que ele viveu, mas ninguém sabe o que ele passou.

Já Nastya, é nova na cidade, não conhece ninguém e ninguém a conhece, mas todos a julgam pela sua postura e pelas roupas que usa, principalmente porque ela não fala. Escolheu se calar para evitar as muitas perguntas que todos fazem, mas que ela não quer mais responder.

Ao longo das paginas, vamos conhecendo pouco a pouco quem é a Nastya. Qual é a grande tragédia pessoal que mudou a vida dela, quem é a família e os amigos, quem ela é de verdade, por trás das roupas, da maquiagem e da palavras que ela não diz, mas que seu olhar proclama a quem quiser ouvir.

"Podemos dar um nome a qualquer coisa, chama-la como quisermos, mas isso não a torna real. Não a torna verdadeira."

O livro é envolvente, angustiante, tem mistério e romance. A leitura te prende do inicio ao fim, sendo que o final é excepcional, lindo mesmo e de chorar!

Para aqueles que se compadecem com a dor do próximo, vão se emocionar com esse livro, com os personagens, suas histórias, seus sofrimentos e suas perdas.

"Não faz diferença se fazermos tudo certo, se nos vestirmos do jeito apropriado e agirmos da maneira correta e seguirmos todas as regras, porque o mal vai nos encontrar mesmo assim. O mal é muito engenhoso."

A construção dos personagens é fantástica e a personalidade de cada um os torna quase reais, pois esse livro poderia ser também baseado em fatos reais, já que o seu enredo é comovente e trata de questões do cotidiano, que estão ao nosso redor, que fazem parte da nossa vida de uma forma ou de outra.

Para aqueles que se interessaram em ler esse livro, leiam com muita atenção, pois cada ato sem sentido que aparece no decorrer do livro, fara sentido em algum momento e a forma como a autora costura esses fatos é impressionante, fantástica!

Para os que são sensíveis por natureza, aviso que a ressaca literária vai durar dias, se não semanas! Para os demais, acredito que a leitura será apenas mais uma...

"Até que morrer não é tão ruim assim depois que já aconteceu uma vez.
Eu morri.
Não tenho mais medo da morte.
Tenho medo de todo o resto."








14 comentários:

  1. Já li resenhas e mais resenhas desse livro e todas, até agora, como a sua falam de como é um livro tocante, que pega o leitor e o envolve nos dramas dos personagens, ao quais acaba por se apegar.
    Esse é um livro que quero e tenho medo de ler, ao mesmo tempo, pois como disse os mais sensíveis podem passar por uma pesada ressaca literária e como tendo a pensar demais, ficaria horas e dias com essa história na mente. Acho melhor ter algo bem alegre por perto depois que encerrar essa leitura, pois saber que os dramas vividos por Josh e Nastya são coisas que acontecem no mundo apenas torna todos os sentimentos que o livro pretende passar ainda mais palpáveis.
    Adorei os trechos que selecionou e apenas por eles sei que Mar de Tranquilidade tem potencial para me levar as lágrimas.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sophia. Essa é uma das suas resenhas que mais me cativou neste pouco tempo que estou no Blog. Mar da Tranquilidade me atrai muito por sua capa e sua sinopse não fica para trás. Entretanto, quando o assunto é sua história, eu desabo, me apaixonei por esta história de sofrimento e superação. As tragédias de Josh e Nastya me deixaram angustiado e louco para descobrir um pouco mais. Quero ler!

    ResponderExcluir
  3. Oi Sophia,
    Eu achei o livro bem interessante. Parece ser um daqueles livros que nos fazem largar um pouco o livro de lado e pensar sobre a vida.
    Mas ressaca literária? Acho que vou passar esta hahaha.
    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Sophia que capa linda mas a sinopse e a resenha não me despertou interesse pelo livro mas como sempre você faz ótimas resenhas bjs.

    ResponderExcluir
  5. Oiie
    Nossa, ouço tantos elogios sobre o livro que acabei comprando e estou para ler faz um tempo, espero realmente adorar e essa capa é linda, sua resenha me deixou ainda mais curiosa

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Já li o livro Uma Curva no Tempo dessa autora, e me apaixonei pela escrita dela, que faz a gente se envolver, e se colocar no lugar dos personagens a todo momento e esse livro ta na minha lista de desejados faz tempo e nunca compro, e você com que renascesse dentro de mim novamente a vontade de ler esse livro, espero encontrar ele na promoção na black friday pois irei adquirir.

    ResponderExcluir
  7. Conhecia esse livro pela capa (que aliás, acho linda) e nunca tive interesse em ler uma resenha. Parece uma história bem envolvente e forte, nunca li nada da autora, mas fiquei com vontade de conhecer. Fiquei curiosa para saber qual foi a grande tragédia que mudou a vida dela. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  8. Sophia!
    A começar pela capa, que parece o teste de Rorschach, onde podemos ver várias formas, o enredo onde há tragédia e mistério e as pessoas se juntam para tentar resolver o enigma é fascinante.
    “Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem.”(Millôr Fernandes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  9. gostei da resenha, tudo bem explicadinho sem spoilers, fiquei interessada em ler, vou ver se acho esse livro no Skoob.

    ResponderExcluir
  10. Esse livro parece ser tão maravilhoso!! Só vejo resenhas positivas sobre ele! Preciso ler já!

    ResponderExcluir
  11. Oi Sophia :) Não conhecia o livro Mar da Tranquilidade, mas gostei bastante, pois primeiro: tem romance; segundo: nós faz sofrer! Amo histórias que tem aquele super drama e que faz a gente sofrer e chorar junto com os protagonistas. Amei!

    ResponderExcluir
  12. É um livro que parece explorar bem os dois personagens centrais,a Nastya chamou minha atenção por não falar,é interessante observar as reações que a comunidade tem perante essa atitude.
    Adoro quando cada ato tem um sentido no final.
    Fiquei com vontade de conhecer mais.

    ResponderExcluir
  13. Oie
    Eu ouvi vários comentários positivos sobre esse livro então tenho muita curiosidade de o ler.E sou uma pessoa mega sensível então com certeza minha ressaca literária vai durar semanas.É tão bom nos depararmos com histórias assim tão comoventes e reais,que acabamos mergulhado de cabeça na vida dos personagens.E estou bem curiosa para os conhecer e desfrutar dessa história.

    ResponderExcluir
  14. Sophia, eu estou apaixonada por sua resenha e não posso deixar de me apaixonar pela história que você nos mostrou aqui. Acho fascinante quando um autor nos conta em suas obras histórias que acontecem em nosso cotidiano, tornando a leitura muito mais interessante e impactante.
    Sou extremamente sensível, então já posso me preparar para a leitura, né??! kkk Pois amei tudo o que li, e já posso adicioná-lo em minha lista de leitura.
    Bjs!

    ResponderExcluir