18 de setembro de 2015

Resenha: O Encontro

Titulo: O encontro
Autor: Richard Paul Evans
Paginas: 231
Editora: Lua de Papel 

Resumo:  Alan Christoffersen é um jovem publicitário bem-sucedido, comanda sua própria empresa, ao lado do sócio, e é loucamente apaixonado por sua esposa, McKale. Sua vida parece perfeita até que ocorre um terrível acidente enquanto ela montava à cavalo. Alan larga tudo para acompanhar o tratamento da esposa, momento em que Kyle, seu sócio, aproveita para roubar todo o dinheiro da empresa. Então McKale morre.
Arrasado, sem a mulher que amava e traído pelo sócio ele se vê sufocado naquele lugar. Então sai de casa sem rumo, com uma mochila nas costas, e inicia uma longa caminhada em direção ao sul. Era uma busca por respostas e um tempo para tentar pensar o que fazer. Durante o caminho ele faz descobertas impressionantes sobre seus sentimentos, conhece pessoas incríveis e vislumbra novamente um sentido para a sua vida. Ele encontra dentro dele algo que jamais lhe poderia ser tirado novamente.
Escrita por Richard Paul Evans, autor Best-seller do The New York Times, O Encontro é a primeira história série The Walk, que traz neste primeiro livro uma história emocionante sobre o que fazer quando surgem grandes adversidades na vida e o que podemos aprender com esses momento.


Resenha: A vida me ensinou que para voar você precisa primeiro aceitar a possibilidade de cair (pg. 10).”

O Encontro é o primeiro livro da serie Caminhos de Richard Paul Evans, que conta a história de Alan Christoffersen. No Brasil foi lançado três livros, o quarto não tem previsão ainda, segundo informações da editora.

“Geralmente as decisões mais simples carregam as consequências mais terríveis (pg. 35).”

O livro conta uma história de superação. Alan não perde só a esposa, ele perde tudo: a empresa, os clientes, a casa, os carros… enfim, perde uma vida. Depois do enterro de sua esposa, prestes a perder a casa, um único pensamento ocorre a Alan: o suicídio!

“Suicídio – uma solução permanente para um problema temporário (pg. 99).”

Em sua caminhada, depois de perder a esposa e ser traído pelo seu sócio, Alan encontra diversas pessoas em sua jornada e cada uma delas irá contribuir, algumas de forma positiva, outras de forma negativa, em sua caminha. Faz muitos amigos e aprende um pouquinho com cada um. Também irá enfrentar vários desafios e contratempos, porém em nenhum momento pensa em desistir de sua caminhada.

“Não sei o que existe além do horizonte, só sei que a estrada em que eu caminho foi destinada a mim. É o bastante (pg. 223).”

O livro tem uma narrativa envolvente, ora dinâmica, ora angustiante. Entretanto, algumas situações vividas por Alan, nos fazem pensar em nossa própria jornada, em nosso próprio caminho, já que nesta vida todos nós somos caminhantes.


“Às vezes, o local mais assustador para se estar é a sua própria pele (pg. 154).”



8 comentários:

  1. Sophia, confesso que estou desanimado para séries que contenham enredos de superação e/ou romances. Mesmo assim o livro me encantou, porquê o protagonista perdeu tudo e será difícil lidar com isso. Porém, não lerei tão cedo, por motivos expostos no começo do comentário. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa série é baseada em um personagem real, mas no Brasil só te até o terceiro livro e me parece que são seis pra completar a serie, tendo em vista que não data para novos lançamentos dessa serie, nem te aconselho a ler, pois a frustração de começar e não poder saber o final e muito grande!

      Excluir
  2. Oi!
    O livro pareceu legal e com uma boa historia também parece que a autora soube trabalhar com o tema e com os personagens, mas estou cheia de series para ler por isso fico com receio de começar mais uma !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se serve do estimulo, nem comece, já que essa serie não tem todos os livros traduzidos no Brasil, o que acho uma pena, pois me apaixonei por essa serie, ainda mais que é baseado em um personagem real!

      Excluir
  3. Oi Sophia,
    Interessante a temática do livro, aliás, super concordo com o quote sobre o suicídio, mas estou evitando começar novas séries por hora rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  4. Imagina só dar de cara com essa citação: “A vida me ensinou que para voar você precisa primeiro aceitar a possibilidade de cair" logo no começo do livro?
    Com certeza é um romance que entra para minha lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história é baseada em um personagem real e são cincou ou seis livros no total, mas apenas três foram lançados no Brasil e não tem previsão de lançamento dos próximos, muito frustrante isso...

      Excluir
  5. goste de ler livros assim, com um história de vida, onde o personagem tem problemas mas aos poucos consegue supera los, isso torna o livro mais real e agradavel de se ler.

    ResponderExcluir